Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Opinião | Paula Braga |

Ver todas as opiniões
Paula Braga

10/04/2019

Propósito pode ser a peça que falta para o seu sucesso nos negócios

Entender o intuito das coisas é uma ferramenta estratégica

Os discursos sobre a busca por propósito no trabalho nunca me geraram identificação. Sempre soava como algo meio mágico, quase espiritual. Parecia que ou você nascia com um senso de propósito grande, ou jamais poderia desenvolvê-lo. Hoje, felizmente, sei que estava completamente enganada.

Comecei a mudar o meu entendimento do tema em 2016, em plena crise. Antes promissor, o setor automotivo sofria retração dramática no Brasil e, como se isso já não afetasse o meu negócio o bastante, o mundo editorial também passava por um momento de pressão por reinvenção. Senti muito medo. Trabalhava, corria atrás, mas no fundo não sabia ao certo e nem conseguia projetar como seria o futuro da empresa. Na verdade, mal conseguia pensar em um futuro. A minha luta constante era para conseguir pagar as contas e manter o negócio vivo.

ENCONTREI A RESPOSTA, MAS ERA DIFERENTE DO QUE EU ESPERAVA


Bem nesse momento angustiante tive a grande oportunidade de participar do programa 10.000 Mulheres realizado pela FGV, Goldman Sachs e Goldman Sachs Foundation. É uma iniciativa global que promove a educação em administração e gestão de negócios a mulheres empreendedoras com o entendimento de que, ao empoderar economicamente o gênero feminino, há um efeito positivo multiplicado na sociedade.

Senti um alívio imenso ao ser uma das 50 empreendedoras escolhidas para o programa. Achei que encontraria um universo de teorias para me guiar no caminho que deveria seguir com a empresa, pensei que era a salvação do negócio, que explicariam de A a Z a melhor estratégia. Pois bem: eu estava errada. Nada disso aconteceu.

Não encontrei nenhuma fórmula mágica, mas achei algo muito maior: Pessoas. Era um grupo de mulheres empreendedoras com a mesma agonia que eu, com a mesma garra de vencer, com os mesmos medos e desafios semelhantes.

Depois de tanto tempo me sentindo sozinha e deslocada na condução do meu negócio, enfim me senti pertencendo a algum lugar. Eram pessoas com corações imensos que me mostraram o que era sororidade e empoderamento.

VONTADE DE DEMOCRATIZAR A FORÇA QUE EU ENCONTREI


Essa experiência foi muito maior do que qualquer teoria. Aquilo mexeu comigo. Ao me reconhecer ali, entendi um pouco mais quem eu sou e senti uma força enorme ao lado daquelas mulheres. Comecei a pensar como poderia retribuir aquele sentimento à sociedade, em como fazer mulheres acessarem um pouco daquela força que eu tinha encontrado. Foi aí que surgiu o Projeto Presença Feminina no Setor Automotivo, algo que nasceu da vontade de fazer mais por aquelas que muitas vezes se sentem sozinhas, perdidas e sem oportunidades na vida profissional.

A iniciativa foi um sucesso e, já com o projeto rodando, no início de 2018 tive a chance de participar de outro processo seletivo para um programa de aceleração de negócios liderados por mulheres. Era uma iniciativa maravilhosa, promovida por uma grande consultoria e com apenas 12 vagas. Dessa vez eu não fui uma das escolhidas. Ainda assim, saí de lá com uma grande lição.

Durante a entrevista do processo de seleção um dos sócios da organização me perguntou qual era o meu propósito e o da minha empresa. Respondi rapidamente – e completamente errado. Defini metas, não o propósito. Assim, cometi o mesmo que a maioria das mais de 600 lideranças que participaram da pesquisa Liderança do Setor Automotivo, realizada por Automotive Business: só 6% de quem comanda as empresas do segmento souberam dizer qual é o propósito de sua organização.

Lá, durante o processo seletivo, o especialista me corrigiu e disse que eu precisava pensar mais, sentir, entender o que é propósito. Foi uma provocação e tanto! Fui para casa pensando nisso. Comecei a ler sobre o assunto, mergulhei em uma série de reflexões. Entendi que não se tratava apenas de um jeito diferente de descrever a minha empresa. Compreendi também que era algo já existia em minha vida, eu é que não estava conectada o bastante para entender.

Propósito não é algo mágico ou algo acessível apenas aos privilegiados. Segundo o dicionário, é intenção, projeto, desígnio, aquilo que se busca alcançar, objetivo, finalidade, intuito. Diante de tudo o que faço da minha vida, o que eu realmente estava buscando?

Ao refletir sobre isso, comecei a entender que a crise me engoliu e eu pensava apenas em resultados financeiros. Com Isso, a turbulência econômica não afetou apenas as margens da minha empresa. O problema ia muito além: a equipe estava desmotivada, a vida pessoal bagunçada, os amigos distantes e a felicidade de lado. A saúde já não andava bem e eu não encontrava forças para seguir.

Em meio a tantos questionamentos, dei de cara com um post que me balançou (já peço desculpas porque não consegui confirmar quem escreveu):

“Pessoas feridas, ferem pessoas
Pessoas curadas, curam pessoas
Pessoas amadas, amam pessoas
Pessoas transformadas, transformam pessoas
Pessoas chatas, chateiam pessoas
Pessoas amargas, amargam pessoas.
Quem nós somos, interfere diretamente naqueles que estão ao nosso redor”



BINGO! Era isso! Toda a transformação que senti, a força e generosidade que recebi, o empoderamento e o que vivenciei naqueles tempos difíceis me fizeram ter vontade de impactar outras pessoas da mesma maneira. O MEU PROPÓSITO ERA TRANSFORMAR AS PESSOAS ASSIM COMO EU FUI POSITIVAMENTE TRANSFORMADA. Era isso o que precisava fazer, era esse o intuito do meu negócio. Eu enfim tinha entendido – e decidi colocar no papel:

O propósito de Automotive Business é promover informação e conhecimento para fomentar as transformações necessárias à indústria automotiva.



Com isso, queremos ajudar as empresas do setor a engajar seus colaboradores, entregar soluções que melhorem a vida das pessoas que precisam de mobilidade e, enfim, ampliar o impacto positivo na sociedade. Trabalhamos para criar um ambiente mais próspero para todos os elos envolvidos.

O PROPÓSITO COMO FERRAMENTA ESTRATÉGICA


Encontrar essas respostas fez com que eu achasse também um rumo para a minha vida e para a empresa. Tudo começava a mudar. Dentro de mim, em Automotive Business, nas pessoas ao meu redor. Nós tínhamos para onde olhar, um objetivo além da meta financeira, e começamos a nos organizar em torno disso.

Ter uma razão clara para acordar todos os dias transformou a minha vida. Me deu um motivo para lutar, me mostrou para onde correr e em quais certezas me apoiar quando as coisas parecem dar errado. Propósito é uma ferramenta estratégica para a vida e para as empresas, é a bússola que te mantém no rumo certo mesmo nas situações mais adversas. Um negócio sem propósito é um negócio sem vida, sem rumo.

Foi o propósito claro na cabeça e no coração que me fez, ao lado do meu time em Automotive Business, criar o #ABX19, um evento para fomentar a transformação positiva nas lideranças do setor. É este projeto que coroa este processo de evolução, amadurecimento e de lapidação do propósito pelo qual eu e a minha empresa passamos nos últimos anos.

Bom, mas isso é assunto para outro artigo...

Encerro aqui com a mesma provocação que me motivou na minha busca. Qual é o seu propósito?

Comentários

  • RenatoDalle Nogare Junior

    Quandoencontramos um proposito para nossa vida, a vida se torna mais leve e principalmente mais feliz. Tenho certeza Paula, que é assim que você esta se sentindo. Parabéns pelo artigo.

  • JOSEADEMIR DE SOUZA

    Paula,excelente abordagem a sua. Dentro da mortalidade prematura da grande maioria das micro e pequenas empresas, pode-se confirmar que o propósito não estava claro. E isso também podemos identificar em cada um dos Cursos MBA de Gestão Empresarial, onde a questão do Professor: "escrevam aí qual é a missão e visão da empresa que vocês trabalham ou dirigem", causa um bloqueio estarrecedor. Pois você descreveu Paula um sentimento que, a maioria dos empreendedores simplesmente negligenciam em favor da prioridade máxima que é gerar a sustentabilidade financeira de seu empreendimento.É esquecido o fundamento chave para o sucesso do Empreendimento. Missão, Visão e Objetivos Estratégicos são os fundamentos básicos para a elaboração do bom Planejamento Estratégico Empresarial. Parabéns pelo seu artigo que discorre de forma "vivencial" esse dilema e que tenho certeza trará muita contribuição e inspiração "silenciosa" nas mentes empreendedoras. Desejo muito sucesso à Automotive Business.

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência