Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias

Trabalho | 10/09/2014 | 15h14

Nissan anuncia layoff para 279 trabalhadores

Medida visa ajustar produção em Resende diante de baixa demanda do mercado

REDAÇÃO AB

A Nissan suspenderá o contrato de trabalho de 279 trabalhadores da fábrica de Resende (RJ) em regime de layoff, como forma de ajustar a produção do complexo industrial devido à desaceleração do mercado de veículos.

Em comunicado, a montadora informa que a medida foi adotada em comum acordo com o Sindicato dos Metalúrgicos do Sul Fluminense como forma de preservar os empregos e que não afetará o abastecimento da rede de concessionárias. Inaugurado em abril deste ano (leia aqui), o complexo industrial da Nissan no Rio de Janeiro é responsável pela produção do hatch March e do sedã Versa e conta atualmente com 1,8 mil funcionários.

Por sua vez, o sindicato informa que no layoff, com duração de até cinco meses, serão mantidos os benefícios e os salários integrais de todos os envolvidos.

Montadora e trabalhadores já haviam concordado há alguns meses com ajustes para reduzir a produção, adotando o “dayoff”, folgas acumuladas que utilizavam o banco de horas dos funcionários. Também foram antecipadas férias coletivas e a empresa já se programou para nova parada durante o período de festas de fim de ano.

Em paralelo, o sindicato também diz que já foi aprovado pela montadora o pagamento da primeira parcela do PPR (Programa de Participação nos Resultados) para os trabalhadores da Nissan, no valor de R$ 2.250 a ser depositada no próximo dia 30, inclusive para os funcionários em layoff.



Tags: Nissan, layoff, Resende, sindicato, March, Versa.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência