NOTÍCIAS
06/12/2017 | 16h36

Mercado

Vendas de veículos vão crescer dois dígitos em 2018

Para Anfavea, ano que vem vai consolidar a recuperação iniciada em 2017


GIOVANNA RIATO, AB

A reversão da queda nas vendas de veículos se consolidou ao longo de 2017 e deve ganhar força no próximo ano. Ao menos é esta a expectativa da Anfavea, associação que representa as montadoras instaladas no Brasil. “Devemos crescer ao ritmo de dois dígitos em 2018”, declarou Antonio Megale, presidente da entidade, em coletiva de imprensa na quarta-feira, 6. Segundo o executivo, a organização ainda trabalha para desenhar as projeções, que serão anunciadas oficialmente no começo de janeiro.

- Veja aqui os dados da Anfavea
- Veja aqui outros dados da indústria
- Veja outras estatísticas em AB Inteligência

Para embasar a perspectiva otimista, o dirigente cita a expectativa de crescimento do PIB de 2,5% a 3,5% no ano que vem. “A instabilidade política ainda não se resolveu e é algo que pode persistir por mais algum tempo, mas os negócios se descolaram destas questões nos últimos meses”, enumera. Megale percebe ainda espaço para a ampliação do acesso ao crédito, o que atrairia mais consumidores. “Os bancos ainda estão receosos. Apenas 52% das vendas são fechadas com contratos de financiamento”, o porcentual é bem mais baixo do que o registrado tradicionalmente, acima de 60%.

CRESCIMENTO DE 9% EM 2017

“Felizmente erramos para menos a nossa projeção para 2017”, aponta Megale, destacando que a Anfavea previa alta de 7,3% nos emplacamentos, para 2,2 milhões de veículos, entre leves e pesados. No começo do ano a expectativa da organização era ainda mais modesta, de alta de 4%. Agora a entidade entende que o resultado será maior, com crescimento da ordem de 9% na comparação com o ano passado.

“Em novembro a média diária de licenciamentos alcançou o maior patamar desde 2014, com mais de 10 mil emplacamentos/dia. No começo do ano este número era de pouco mais de 6 mil carros/dia”, conta. Nos 11 meses do ano o mercado brasileiro consumiu 2,02 milhões de veículos, com aumento de 9,8% sobre janeiro a novembro de 2016. A alta foi puxada pelo segmento de veículos leves, que cresceu 10,1% enquanto as vendas de caminhões caíram 0,5% e as de ônibus tiveram sutil evolução de 0,4%.

Os dados isolados de novembro indicam estabilidade na comparação com outubro, com discreta alta de 0,7%, para 204,2 mil veículos. O volume é, no entanto, 14,6% superior ao anotado em novembro de 2016.

Nos últimos momentos de vigência do Inovar-Auto, que restringe a importação de veículos, a participação no mercado nacional de carros produzidos em outros países alcançou o patamar mais baixo dos últimos anos, de apenas 10,8% ao longo do ano.

Comentários: 0
 

Comente essa notícia

Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de questões técnicas ou comerciais. Os comentários serão publicados após análise. É obrigatório informar nome e e-mail (que não será divulgado ao público leitor). Não são aceitos textos que contenham ofensas, palavras chulas ou digitados inteiramente em letras maiúsculas. Também serão bloqueados currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.
Seu nome*: Seu e-mail*:


QUEM É QUEM NO SETOR AUTOMOTIVO

Encontre empresas e profissionais do setor.
Confira seus perfis e biografias.

Encontre empresas e profissionais do setor.

Encontre empresas e profissionais de comunicação.

Confira seus perfis e biografias.

COLUNISTAS

ALTA RODA | 16/01/2018
Quem liderou os principais segmentos em 2017

Esta coluna é apoiada por:

Advertisement Advertisement Advertisement
Advertisement Advertisement
DISTRIBUIÇÃO | 03/08/2017
Marca percorreu caminho árduo e conseguiu destronar a Toyota da 1ª posição
Tecnologia | 23/07/2015
Novas ferramentas de desenvolvimento encurtam caminho para a competitividade
INOVAÇÃO | 19/01/2018
Há alguns obstáculos para fazer dar certo a relação entre elefantes e formiguinhas
MERCADO | 16/01/2015
Utilização do potencial só deve melhorar a partir de 2016
COMPETITIVIDADE | 08/04/2014
Interrupção do crescimento desafia fabricantes
Novas palavras, expressões e siglas podem levantar dúvidas sobre o futuro
QUALIDADE | 03/07/2017
Rota 2030 terá missão de levar a indústria automotiva nacional até o futuro
DE CARRO POR AÍ | 22/01/2018
Salão de Detroit sedia apresentações globais direcionadas aos EUA
AUTOINFORME | 10/01/2018
Só três dos 15 mais importados não são utilitários esportivos
QUALIDADE | 23/11/2016
Empresas do setor automotivo precisam atualizar sistema de qualidade até 2018
Indústria | 01/08/2016
Declaração do presidente da FCA evidencia crise no setor de autopeças
Pressão de montadoras adia controle de estabilidade obrigatório
Tecnologia | 13/03/2015
Setor enfrentará grandes mudanças nos próximos anos
QUALIDADE | 01/12/2017
Envolver e motivar colaboradores é essencial para gerar bons resultados