Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Os 100 carros mais vendidos de 2017
Chevrolet Onix dominou o mercado brasileiro em 2017

Mercado | 02/01/2018 | 13h30

Os 100 carros mais vendidos de 2017

Líder de ponta a ponta, o Onix é mais uma vez o mais emplacado

JOEL LEITE, PARA AB

Para quem acompanhou o mercado automobilístico durante o ano, a liderança do Chevrolet Onix em 2017 não representa nenhuma surpresa. Ao contrário, a cada balanço mensal, o hatch da GM cravava os números da liderança e ia confirmando, mês a mês, sua condição de carro mais vendidos no Brasil.

Mesmo assim, o balanço final de vendas revela um formidável desempenho do carro que, também este ano, recebeu o Selo Maior Valor de Revenda da Autoinforme, como o hatch compacto que menos perde valor no mercado brasileiro. O Onix vendeu 188.663 unidades, colocando mais do que 83 mil carros na frente do segundo colocado, o Hyundai HB20, que ficou com 105.544. Onix e HB20 foram os únicos que passaram dos 100 mil emplacamentos no ano.

O Ford Ka foi crescendo durante o ano e fechou 2017 como o terceiro mais vendido, com 94.896 unidades e bem à frente do Volkswagen Gol, que ficou em quarto (73.921), mostrando que não está morto: o ex-líder absoluto de vendas teve um comportamento inconstante durante o ano, mas confirmou admirável presença no mercado com esse quarto lugar.

Com 68.991 unidades, outro da GM, o Chevrolet Prisma teve importante contribuição nas vendas da fabricante, que por isso fechou o ano como líder absoluta do mercado brasileiro com mais de 100 mil unidades à frente do concorrente mais próximo (leia aqui). A Renault manteve o Sandero entre os mais vendidos, com 67.349 unidades e na sexta posição, enquanto a Toyota confirmou a liderança no segmento dos sedãs médios. O Corolla vendeu 66.195 unidades no ano e ficou a sétima posição.

Se saiu da briga pelas primeiras posições, onde esteve presente nos anos anteriores, a Fiat, por outro lado, foi a única marca a garantir três carros entre os dez primeiros do ranking. A picape Strada (54.866), o compacto Mobi (54.271) e outra picape, a Toro (50.730), fecham a lista dos dez mais de 2017.

Mas os destaques não param por aí. Na lista dos 100 mais vendidos em 2017 destaca-se a presença dos utilitários esportivos, como o Jeep Compass, décimo-primeiro colocado, o Honda HR-V em décimo-segundo e o Hyundai Creta em décimo-quinto. O Jeep Renegade fechou o ano em décimo-oitavo e o Nissan Kicks em vigésimo-segundo.

Vale destacar também o desempenho do Fiat Argo na décima-sétima posição, do Renault Kwid na trigésima-sexta colocação e do Volkswagen Polo, que com pouco mais de um mês de venda vendeu 9.518 unidades.

Veja abaixo a lista dos 100 carros e comerciais leves mais vendidos em 2017



____________________________________________________
Este texto foi publicado originalmente na Agência Autoinforme
joelleite@autoinforme.com.br


Tags: Mercado 2017, vendas de carros e comerciais leves, veículos leves, ranking 2017 por modelo, Joel Leite, Autoinforme.


Comentários

  • Gian

    Que quadro triste de imbecilidade ! ... O carro MAIS INSEGURO do Brasil e também o mais vendido. Prova que esse povo não se importa consigo mesmo, quem dirá no convívio coletivo !!!! Isso explica também o porquê da nossa política miserável e corrupta ... LAMENTÁVEL CONCLUSÃO. Fatos esses não relativos a matéria, porém que são concluídos à partir desses números também ... E que venha 2018 com preços abusivos e carros mais carroças, afinal é isso que esse povo quer (e merece!).

  • josé Francelino Neto

    Onix bom carro.

  • Gian

    Desculpe José F. , a conclusão da Latin NCAP ainda me vale mais que todos os usuários que compraram o Onix. NÃO É UM CARRO SEGURO, portanto não deve ser considerado um "bom" carro se o quesito básico, SEGURANÇA, não é dos melhores !

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.
AB Inteligência