Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Renault crescerá com novo ciclo de investimento
Renault Arkana é cotado para produção nacional por ser maior que Duster e Captur

Indústria | 15/05/2019 | 16h32

Renault crescerá com novo ciclo de investimento

Montadora deve anunciar aporte no País ainda este ano, com foco em lançamentos

MÁRIO CURCIO, AB

A Renault do Brasil cresceu 17,8% neste primeiro quadrimestre sobre o mesmo período do ano passado, enquanto a alta anotada no mercado de automóveis e comerciais leves foi de 8,7%. Para dar continuidade a esse processo e ampliar sua participação de mercado, a empresa aguarda um novo ciclo de investimentos no País, que provavelmente se inicia ainda este ano. Ele dará continuidade aos R$ 3,2 bilhões injetados pela montadora de 2014 a 2018. Nestes quatro anos a participação da montadora subiu de 7,1% para 8,7%.

“Nossa intenção é continuar crescendo acima do mercado e esse crescimento ocorre com investimentos”, recorda o presidente da Renault do Brasil. Ricardo Gondo.





A montadora já divulgou em outro momento que pretende alcançar os 10% do mercado brasileiro até 2022 e isso virá de lançamentos. Um deles é o Kwid Outsider.

Neste caso se trata apenas da nova versão de um carro já em produção. Da Renault são aguardados também novos modelos. Um nome provável é o Arkana, SUV com tamanho semelhante ao do Jeep Compass, o mais vendido do segmento no Brasil em 2017, 2018 e segundo colocado em 2019.

A empresa também deve promover a renovação na linha Duster. Na Europa ele já passou por mudança. No Brasil ainda não ocorreu para não atrapalhar o Captur, que usa a mesma plataforma, mas tem preços mais altos e volume de vendas só um pouco melhor: no acumulado de janeiro até 14 de maio foram 8,7 mil unidades do Captur e 8,5 mil do Duster.

MERCADO INTERNO VERSUS EXPORTAÇÕES


A fábrica da Renault em São José dos Pinhais (PR) trabalha em três turnos e próxima à capacidade máxima. O crescimento das vendas no mercado interno serviu para compensar a queda de 50% das exportações da montadora. Os veículos montados no Paraná têm como principais destinos a Argentina, a Colômbia e o México.



Tags: Renault, Ricardo Gondo, Kwid, Arkana, SUV, Jeep Compass, Captur, Duster, exportações.

Comentários

  • JoséAngello

    ARenault tem tudo para estar entre as quatro montadoras no Brasil.... basta ter a consciência de que carros bons, econômicos e bonitos, não precisam ser caros....exemplo...o Kwid.....

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência