Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Vendas mundiais do Grupo VW mantêm queda de 3,7%

Balanço | 14/06/2019 | 17h47

Vendas mundiais do Grupo VW mantêm queda de 3,7%

Europa e Américas param de crescer e não conseguem anular a retração no mercado chinês

REDAÇÃO AB

As vendas mundiais do Grupo VW de janeiro a maio somaram 4,4 milhões de unidades, resultando em queda de 3,7% em relação aos mesmos meses do ano passado. O resultado negativo continua sendo puxado pela retração no mercado chinês, onde o Grupo VW vendeu nestes cinco meses 1,56 milhão de carros, 7,4% a menos que em iguais meses de 2018.

Com resultados melhores para a companhia em maio, a retração nas vendas do grupo se estagnou nos -3,7%, já que vinha piorando mês a mês: no acumulado do bimestre a queda era de -1,8%, que passou a -2,8% no trimestre e a -3,7% no quadrimestre. A queda se mantém porque as vendas na Europa continuam “andando de lado” e porque os menores volumes de mercados em crescimento (Brasil e Rússia) não conseguem compensar o mau resultado na Ásia Pacífico.

A entrega de 1,96 milhão de unidades na Europa repetiu o volume de iguais meses de 2018. O pequeno crescimento na Alemanha (0,9%) foi anulado pela retração no Leste Europeu (-0,4%).

Na América do Norte (-1,1%) é o México que vem puxando para baixo o resultado, já que as vendas nos Estados Unidos, maior mercado do continente, anotaram alta de 1,3%. Na América do Sul é desastroso o efeito Argentina. Embora as entregas do Grupo VW no Brasil tenham crescido 24,7% no acumulado do ano, as vendas totais na região aumentaram apenas 1,1%. Segundo o Grupo VW, a queda nas vendas argentinas em maio foi de quase 60% ante o mesmo mês do ano passado e é próxima a isso no acumulado de 2019.

VENDAS POR MARCA


A retração no mercado chinês afeta especialmente as marcas Volkswagen Automóveis (2,45 milhões, -5%) e Audi (739,5 mil, -5,8%), as duas de maior volume. A queda em parte do mercado europeu também afetou em medida semelhante a fabricante tcheca Skoda (508,4 mil, -5,2%).

As divisões de veículos pesados mantêm altas mais consistentes, com crescimento de 9,8% para a MAN (58,4 mil unidades) e 10,4% para a Scania (42 mil veículos).

Veja abaixo os resultados por região e por mercado:




Tags: Volkswagen, Grupo VW, vendas mundiais, Audi, Skoda, MAN, Scania.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência