Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Citroën C4 Cactus para PCD está mais equipado

Lançamentos | 02/08/2019 | 12h30

Citroën C4 Cactus para PCD está mais equipado

Versão Feel Business recebe rodas de liga leve, controlador automático de velocidade e outros itens

REDAÇÃO AB

A Citroën alterou a oferta de itens de série do C4 Cactus Feel Business, voltado à modalidade PCD. A versão 2020 recebe agora rodas de liga leve de 17 polegadas, faróis de neblina, controlador automático de velocidade e comandos no volante. O carro sai por R$ 55.228,47 após as isenções de impostos.

Segundo a fabricante, o C4 Cactus Feel Business 2020 já está na rede de revendas e terá pronta entrega. Além dos novos itens a Citroën manteve a central multimídia com tela de sete polegadas, as barras no teto e sistemas eletrônicos de segurança como controle de estabilidade, assistente de partida em rampa e monitoramento da pressão dos pneus.

Seu motor 1.6 flex produz até 118 cavalos. A transmissão é automática de seis marchas. O C4 Cactus foi lançado no segundo semestre de 2018 e até julho de 2019 somou 13,3 mil unidades vendidas no Brasil.

VENDAS PARA PCD CRESCEM QUASE 240% EM 5 ANOS


Uma reportagem da rádio CBN revelou que as vendas de automóveis com isenções de Impostos sobre Produtos Industrializados (IPI) e sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) já estariam preocupando a União e os Estados pelo impacto na arrecadação.

De acordo com a reportagem, as isenções para portadores de necessidades especiais favoreceram a venda de 62 mil veículos em 2013. Em 2018 esse número saltou para 210 mil unidades, alta de 238,7%.




Tags: Citroën, C4, Cactus, Feel Business, IPI, ICMS.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência