Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Venda de pneus acumula queda de 0,5% até setembro

Balanço | 18/10/2019 | 14h00

Venda de pneus acumula queda de 0,5% até setembro

Fornecimento às montadoras não consegue compensar fraco desempenho em reposição

REDAÇÃO AB

A venda nacional de pneus no acumulado até setembro somou 44,3 milhões de unidades, registrando queda de 0,5% em relação ao mesmo período do ano passado. Embora a venda às montadoras tenha crescido 6%, o mercado de reposição (que é 2,6 vezes maior) caiu 2,8% no período. Os números foram divulgados pela Anip, entidade que reúne fabricantes do setor instalados no Brasil.



- Faça aqui o download dos dados da Anip
- Veja outras estatísticas em AB Inteligência



A análise por segmento mostra que os pneus de passeio entregues às montadoras somaram 8,3 milhões de unidades, registrando alta de 7,3% pela comparação interanual. Na reposição, porém, os 16,5 milhões de unidades resultaram em queda de 4,4%. Por ser o mais volumoso, o mercado de reposição para automóveis acaba puxando o setor como um todo para baixo.

O adiamento da troca dos pneus gastos, a substituição por itens reformados ou importados não computados pela Anip levam a essa retração no aftermarket.

No segmento de carga (caminhões e ônibus), o fornecimento às montadoras cresceu 31,2% no acumulado do ano com a venda de 1,4 milhão de unidades. No pós-venda, os 4,2 milhões de pneus entregues resultaram em queda de 5,1% ante os mesmos nove meses do ano passado.

Os pneus para comerciais leves fornecidos às montadoras somaram no período 2,4 milhões, 7,2% a menos que em iguais meses de 2018. Na reposição, porém, os 3,4 milhões anotaram alta de 7,1%.

No segmento de motos a Anip divulga apenas o segmento de reposição, com 7,4 milhões de unidades e queda de 2,4% em relação ao mesmo período do ano passado. A partir da produção de motos em Manaus, estima-se que a venda de pneus às montadoras tenha somado cerca de 1,7 milhão de unidades, anotando alta próxima a 8% na comparação com iguais meses de 2018.

EXPORTAÇÃO CRESCENTE E BALANÇA POSITIVA


De janeiro a setembro, as associadas à Anip exportaram US$ 857,6 milhões em pneus. O valor é 5,5% mais alto que o anotado em iguais meses do ano passado. As importações no período somaram US$ 718,3 milhões e anotaram discreta alta de 0,8%. Como resultado, o saldo da balança comercial é positivo em US$ 139,3 milhões.

Nestes nove meses o Brasil trouxe do exterior 7,3 milhões de pneus a mais do que vendeu a outros países, mas manteve a balança positiva porque exportou itens de maior valor agregado.



Tags: Pneus, passeio, automóveis, caminhões, ônibus, motos.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência