Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias
Inclusão de pessoas LGBT+ está longe da prioridade das empresas automotivas

Carreira | 05/12/2019 | 19h02

Inclusão de pessoas LGBT+ está longe da prioridade das empresas automotivas

Só 1% das companhias do setor têm metas para ampliar a participação destes colaboradores na liderança

NATÁLIA SCARABOTTO, PARA AB

Segurança psicológica. Segundo o Projeto Aristóteles, pesquisa feita por dois anos pelo Google com as próprias equipes, este é o principal fator para garantir alta performance nos times. A liberdade de expressar opiniões, contribuir com ideias e ser, no ambiente de trabalho, a mesma pessoa do que fora dele deveria ser um direito essencial em qualquer organização, mas nem sempre funciona assim para pessoas LGBT+.



- Faça aqui o download do estudo Diversidade no Setor Automotivo
- Baixe aqui a cartilha Boas Práticas em Diversidade e Inclusão no Setor Automotivo
- Confira mais conteúdos do especial Diversidade no Setor Automotivo





De acordo com a pesquisa Diversidade no Setor Automotivo, realizado por Automotive Business, em parceria com MHD Consultoria, o eixo LGBT+ é o que menos sensibiliza as empresas automotivas. Muitas vezes, estes indivíduos não encontram um entorno de respeito e acolhimento para assumir a própria identidade de gênero e orientação sexual. E, nesta indústria, há pouco esforço para mudar este cenário: o tema LGBT+ é o que menos recebe atenção das companhias do segmento, contando com poucas ações para os colaboradores e um número baixo de empresas comprometidas com metas de inclusão deste grupo.

A pesquisa foi respondida por 89 empresas de pequeno a grande porte, de diversos ramos de atividade como indústria de autopeças, montadoras, distribuição, insumos e serviços. Foram pesquisados cinco eixos da diversidade: Gênero, Etnia, LGBT+, Pessoas com Deficiência e Gerações.

EMPRESAS AINDA NÃO ATUAM ATIVAMENTE PARA INCLUIR PESSOAS LGBT+


Segundo o estudo, 64% das organizações do segmento não têm ações relacionadas à inclusão de pessoas LGBT+. Apenas 21% contam com iniciativas pontuais e 14% possuem programas estruturados para os colaboradores com foco na promoção da diversidade e da inclusão de pessoas desta comunidade.

Para não ferir a privacidade dos colaboradores, a maior parte das empresas não tem um levantamento de identidade de gênero e orientação sexual e, portanto, entre os eixos da diversidade, este é o mais difícil de medir em números absolutos.

A garantia de direitos iguais a casais LGBT+ em relação à licença parental e benefícios de apoio à primeira infância é a ação mais presente. Ainda assim, apenas 24% das empresas do ramo oferecem o benefício aos colaboradores, o que afeta de forma expressiva famílias e pessoas LGBT+ que planejam ter filhos.

“O setor automotivo é um dos mais difíceis de entrar [para pessoas trans e LGBT+, apenas atrás da área de Marketing e Publicidade”, afirmou Maitê Schneider, cofundadora da Transempregos, plataforma de vagas online para pessoas trans, durante o II Fórum AB Diversidade no Setor Automotivo.



SÓ 1% TÊM METAS PARA INCLUIR PESSOAS LGBT+ NA LIDERANÇA


De acordo com o levantamento, 65% das companhias não contam com diretrizes ou metas para a inclusão de colaboradores deste grupo e 25% têm apenas diretrizes, sem nenhum tipo de meta ou objetivo palpável. As metas estão presentes apenas em 6% das empresas abrangendo a inclusão no quadro funcional, enquanto só 1% tem metas para a inclusão de LGBT+ na liderança.

A baixa presença desses colaboradores ou falta de liberdade para que eles se assumam no setor automotivo ainda é uma realidade e pode ser transformada a partir de políticas afirmativas. O sucesso destas iniciativas, no entanto, só acontece quando a empresa está madura para isso. “Às vezes as organizações têm pressa para atingir metas, mas com a diversidade não é assim. Tentar implementá-la em uma empresa que não tem uma cultura inclusiva é matar a diversidade. As pessoas vão pedir para sair”, ressalta Maitê.



Tags: diversidade-setor automotivo, LGBT+, inclusão.

Comentários

  • AdemirAlavarse Bilha

    Inclusãoporque? Todos são iguais perante a lei,o que vale é a competência individual das pessoas.

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência