Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias
FCA aposta em lançamentos para elevar participação
Nova Fiat Strada será o primeiro dos lançamentos mais importantes da FCA até 2021

Mercado | 12/02/2020 | 20h33

FCA aposta em lançamentos para elevar participação

Fiat vai lançar nova Strada agora e dois SUVs em 2021; Jeep terá um novo SUV de sete lugares; elétricos e híbridos também virão

PEDRO KUTNEY, AB

Antonio Filosa, presidente da FCA (Fiat Chrysler Automobiles) América Latina, aposta que os lançamentos programados para Fiat e Jeep este ano e no próximo deverão fazer a participação de mercado total da fabricante no Brasil avançar dos atuais quase 19% para perto de 21%. A nova picape compacta Strada a ser lançada no início de abril deve representar o início desse novo ciclo para a Fiat.

A Strada lidera há anos e por larga margem seu segmento no Brasil, sozinha responde por três pontos porcentuais da participação da Fiat no mercado brasileiro. O desenvolvimento da nova geração da picape vem sendo feito há mais de três anos e seu lançamento chegou a ser cogitado para 2019. “Como é um produto muito importante para nós, decidimos desenhar uma estratégia cuidadosa para a introdução da nova Strada, que será lançada em breve e vai conviver com o modelo antigo”, revela Filosa.

RETOMADA DA FIAT



A maior retomada da Fiat, no entanto, é esperada para 2021, quando serão lançados os dois primeiros SUVs da marca, um compacto no primeiro semestre e no segundo um médio-compacto, estilo fastback (inspirado no conceito apresentado no Salão de São Paulo de 2018). Esse movimento colocará a fabricante no segmento que mais cresce do mercado brasileiro, que já corresponde a cerca de um quarto das vendas de veículos no País.

“Há alguns anos tínhamos concentrado todos os SUVs na Jeep, que é a marca mais representativa do mundo nesse segmento. Demoramos para achar uma fórmula de um SUV Fiat, mas conseguimos criar produtos específicos e com preços ajustados para a marca”, explica Antonio Filosa.



A ideia é posicionar a Jeep no segmento premium e a Fiat como marca mais popular que vai “democratizar tecnologias”. Entre elas, o executivo destaca a introdução de versões equipadas com os novos motores turbinados 1.0 e 1.3 – que começam a ser produzidos em Betim até o fim deste ano –, além de sistemas de conectividade e infoentretenimento inovadores.

MAIS UM JEEP DE SETE LUGARES E PICAPE RAM



Filosa confirmou que a linha Jeep produzida em Pernambuco vai ganhar mais um integrante em 2021, o maior deles, um SUV com sete assentos. Segundo ele, o modelo – possivelmente uma versão estendida do Compass – foi projetado no Brasil e “ficou tão bom que será produzido em outros lugares do mundo” pelo grupo.

Os Jeep Compass e Renegade já produzidos em Goiana também devem ganhar reestilizações de design e novas motorizações nos próximos anos.

Entre as possibilidades de importação, por enquanto já está certa a chegada no Brasil, no segundo semestre deste ano, da picape média Ram 1500.

PRIMEIRO ELÉTRICO CHEGA EM 2020, HÍBRIDOS EM 2021




Fiat 500e deve ser o primeiro elétrico da marca no Brasil

Como já fizeram outras fabricantes, a FCA vai começar este ano a importar veículos eletrificados para o Brasil, aproveitando a onda global de eletrificação que toma conta do setor automotivo nos últimos anos. Filosa confirmou que o primeiro carro elétrico da empresa no País chega ainda este ano, no segundo semestre, e muito provavelmente será a versão a bateria do Fiat 500, lançada recentemente na Europa.

Depois, em 2021, a intenção é importar modelos Jeep híbridos plug-in, que têm autonomia limitada a menos de 70 km em modo elétrico e podem ter a bateria recarregada na tomada ou pelo motor a combustão.

Segundo Filosa, no momento não há planos de produção nacional para modelos eletrificados, nem mesmo de adaptar o motor a combustão dos híbridos para funcional com etanol ou gasolina, como fez a Toyota com a versão híbrida flex do Corolla. “Não é complicado fazer isso, poderemos fazer no futuro, mas esse será um segundo passo. Primeiro vamos importar só versões a gasolina e depois, conforme a demanda, vamos evoluindo com as opções”, diz.



Tags: FCA Fiat Chrysler, Latam, América Latina, mercado, resultado, desempenho 2019, projeção 2020, Filosa.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência