Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias
Volkswagen Brasil apresenta Nivus ao mundo
Nivus é SUV compacto com linhas de cupê: invenção brasileira da Volkswagen também terá versão europeia

Lançamentos | 28/05/2020 | 19h30

Volkswagen Brasil apresenta Nivus ao mundo

Pandemia atrasou início das vendas; SUV-cupê projetado no País ainda não tem versões nem preços divulgados, mas deve variar de R$ 80 mil a R$ 100 mil

PEDRO KUTNEY, AB

Em uma apresentação on-line transmitida para mais de 50 países, a Volkswagen finalmente apresentou por inteiro o Nivus ao mundo na quinta-feira, 28. O SUV compacto com linhas de cupê é uma invenção da equipe brasileira de designers, que projetou o modelo sobre a plataforma global MQB do Grupo VW. A produção em série em São Bernardo do Campo (SP) começa dentro de duas semanas para abastecer o mercado brasileiro a partir de julho, a Argentina recebe o carro até o fim de 2020, nos demais países da América do Sul e México ele será lançado no primeiro semestre de 2021, e no fim do ano que vem está previsto o início da fabricação em Pamplona, na Espanha – fazendo do Nivus o primeiro veículo da marca projetado no Brasil a ser produzido na Europa.



“O Nivus é um marco para a Volkswagen na América Latina. Há dois anos mostramos o carro ao conselho mundial do grupo, gostaram tanto que também decidiram fabricá-lo na Europa. É a primera vez que isso acontece e confirma que aqui podemos fazer produtos globais competitivos”, comemora Pablo Di Si, presidente da VW América Latina.



Apesar da pandemia de coronavírus que paralisou todas as fábricas no País, a VW manteve a revelação do Nivus para este mês, como havia anunciado no fim de 2019, contudo a produção seriada e o lançamento comercial foram atrasados. Por isso o lançamento foi incompleto, não houve divulgação de versões nem preços ainda. A pré-venda via internet deve ser aberta nas próximas semanas, mas as primeiras entregas físicas nas concessionárias só começam no decorrer de julho.

“Decidimos manter a apresentação porque já havíamos programado que o lançamento do Nivus seria 80% digital. O que fizemos foi acelerar os 20% que faltavam. É a primeira vez que vamos começar a vender um carro antes de ele estar disponível fisicamente na rede de concessionárias”, destaca Di Si. “Essa será uma estratégia mais explorada daqui para frente.”


Na traseira o Nivus tem lanternas de LED ligadas por uma faixa plástica, com desenho parecido do T-Cross, seu irmão maior

O Nivus está na ponta final de um ciclo de investimentos de R$ 7 bilhões da Volkswagen no Brasil, que envolveu 20 lançamentos, iniciando em 2017 com o Polo e que deve terminar este ano com mais um SUV, pouco maior que o T-Cross, o projeto Tarek, que será produzido na Argentina. O Nivus integra a gama de cinco SUVs que a marca pretende comercializar no Brasil até o fim de 2020, que inclui os já lançados Tiguan Allspace (importado do México), o T-Cross produzido em São José dos Pinhais (PR), o futuro Tarek argentino e possivelmente o Atlas, de grande porte, feito atualmente nos Estados Unidos.

NIVUS DEVE CUSTAR DE R$ 86 MIL A R$ 100 MIL



Segundo o vice-presidente de vendas e marketing Gustavo Schmidt, a Volkswagen quer posicionar o Nivus no mercado brasileiro na faixa de preços que varia entre um modelo hatchback topo de linha e a entrada do segmento de SUVs no País. Olhando para a tabela da própria marca, isso quer dizer que o SUV-cupê deve ser vendido por valores acima das versões de topo do Polo 200 TSI com câmbio automático, de R$ 75 mil a R$ 87 mil, e ficar pouco abaixo do T-Cross equipado com o mesmo motor 1.0 turbinado, de R$ 98 mil a R$ 110 mil.

De acordo com concessionários, o Nivus chegará em três versões, todas com o motor tricilíndrico 1.0 turbo de 128 cavalos e transmissão automática de seis velocidades (em um primeiro momento não haverá opção de câmbio manual), variando de R$ 86 mil a R$ 100 mil – o que sugere para o futuro próximo alguma readequação de gama e preços do T-Cross.


Painel do Nivus: quadro de instrumentos digital e nova central multimídia VW Play

Como tradicionalmente faz com outros modelos, a Volkswagen deverá explorar comercialmente algumas qualidades tecnológicas do Nivus que só estarão disponíveis como opcionais, por preços extras que devem elevar o valor final do carro para perto de R$ 110 mil no topo da gama, como é o caso do piloto automático adaptativo em relação ao veículo da frente (ACC), frenagem automática de emergência que evita colisões a até 50 km/h (AEB) e o VW Play, nova central multimídia (também projetada no Brasil) com tela de 10 polegadas que agrega funções de um smart phone reunindo vário aplicativos, como Waze, iFood, Estapar e Deezer, além do manual digital cognitivo do carro já integrado ao sistema.

Apesar de não agregar os itens tecnológicos mais sofisticados, o pacote básico de equipamentos de segurança e conforto do Nivus até que é generoso. Ainda segundo concessionários, o carro terá desde a versão mais barata seis airbags, controle eletrônico de estabilidade (ESC) e tração, direção elétrica, acionamento elétrico de retrovisores, travas e todos os vidros, ar-condicionado, sistema multimídia com tela de 7”, rodas de liga leve 16”, sensor traseiro de estacionamento, lanterna e luz diurna (DLR) de LED.

A versão Confortline imediatamente acima também agrega câmera de ré, dois acessos USB traseiros, farol de neblina, monitor de pressão dos pneus, painel de instrumentos digital (Active Info Display), suporte de celular e aletas no volante para trocas manuais de marchas. No topo da linha, o Nivus Highline vem com rodas 17”, bancos revestidos em couro, hack de teto e farol de LED.


Design do Nivus marca estreia na América Latina de identidade visual da VW

O Nivus tem dimensões parecidas com as do T-Cross, que o coloca entre os maiores carros compactos do País. São 4.266 mm de comprimento, 1.757 mm de largura, 1.493 mm de altura e 2.566 mm de distância entre-eixos. O porta-malas de 415 litros é bastante amplo, tem quase a mesma capacidade do T-Cross (420 l) e pouco acima dos 393 litros do Chevrolet Tracker.

MERCADO DIFÍCIL E AMBIÇÃO GRANDE



Diante da desarrumação e retração causada pela pandemia, fica difícil externar qualquer projeção de vendas do novo modelo, mas Schmidt afirma que a marca quer liderar o segmento na faixa de entrada dos SUVs compactos com um modelo que, segundo ele, oferece tecnologia, design, desempenho e conforto de categorias superiores.

Na prática, levando-se em conta números pré-pandemia, essa ambição significa vender de 4 mil a 5 mil unidades/mês, algo próximo do que vendia o T-Cross – de quem o Nivus pode canibalizar vendas – e os SUVs mais vendidos do mercado brasileiro.

Os concorrentes diretos do Nivus, por preço e aparência, devem ser modelos como Nissan Kicks, Renault Captur, Ford EcoSport, Honda WR-V, Citroën C4 Cactus, Peugeot 2008, mais aparentados com um crossover. A Volkswagen, no entanto, avalia ter criado uma nova categoria, de SUV-cupê compacto, e por isso espera boa receptividade pela novidade.

“O Nivus democratiza o segmento [de SUV-cupê], antes só disponível em categorias superiores, por isso temos expectativa de altos volumes e de liderar”, avalia Pablo Di Si.




As linhas cupê, com a “caída” traseira, ficam evidenciadas no perfil do Nivus: democratização de tipo de design que só existia em categorias superiores

VENDA DIGITAL



“O Nivus realmente inaugura uma nova era digital para a Volkswagen. Vamos utilizar a realidade virtual para mostrar o Nivus aos clientes. Por meio do DDX (Digital Dealer Experience), o cliente conseguirá ver todos os detalhes do carro em 3D, tudo completamente virtual”, destaca Gustavo Schmidt. “Mais de 85% das concessionárias no Brasil estarão equipadas com essa estrutura completa de realidade virtual”, completa o executivo.

Para apoiar as vendas digitais do Nivus, a Volkswagen desenvolveu um aplicativo com tecnologia de realidade aumentada. Baixando o programa em seu smartphone ou tablet, o cliente poderá conhecer o SUV virtualmente com visão 360 graus. Na tela, com os dedos, é possível girar o carro, escolher as cores, abrir as portas, os vidros ou o porta-malas.





Tags: Volkswagen Nivus, lançamento, apresentação global, SUV-Cupê, CUV, São Bernardo do Campo SP, investimento, indústria, mercado, pandemia, coronavírus, Covid-19.

Comentários

  • Leandro

    Adisputa no mercado automotivo, voltado para o mercado SUV está acirrada , isso mostra como os investimentos faz toda a diferença...

  • RobertoLotz

    Parabénsa VW com certeza um novo sucesso

  • AntônioQuelhas

    Eutenho umHonda City , tenho intenção de comprar um VW tive vários carros da VW agora tenho intenção de voltar para a VW

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência