Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias
Mercedes-Benz lança primeiro chassi dedicado a ônibus de fretamento
Novo chassi de ônibus OF 1621 é o primeiro da Mercedes-Benz totalmente dedicado ao fretamento

Lançamentos | 18/11/2020 | 15h23

Mercedes-Benz lança primeiro chassi dedicado a ônibus de fretamento

Segmento é o único que registrou crescimento das vendas em 2020

SUELI REIS, AB

A Mercedes-Benz lança para o mercado brasileiro seu primeiro chassi de ônibus totalmente dedicado ao segmento de fretamento. O modelo OF 1621 traz como principal diferencial algumas modificações de fábrica que antes eram feitas pela encarroçadora, o que elevava o custo e o tempo de preparo do ônibus para o cliente.

Segundo o diretor de vendas e marketing para ônibus Mercedes-Benz, Walter Barbosa, o desenvolvimento do novo chassi contou com a participação de clientes que atuam no setor de fretamento. “Tudo começou no Dia D, um evento que fizemos há pouco mais de um ano quando recebemos muitos clientes em nossa fábrica. Já vínhamos trabalhando neste projeto antes da pandemia e convergiu para o melhor momento do lançamento”, afirma.

O executivo se refere ao fato de o segmento de fretamento ser o único do setor de ônibus a apresentar crescimento das vendas em 2020. Por causa da pandemia, as empresas tiveram que transportar menos funcionários por veículo para manter o distanciamento físico, o que gerou a necessidade de aumento das frotas.

Os números do mercado mostram que de janeiro a outubro, as vendas de ônibus para os serviços de fretamento aumentaram 24% na comparação com mesmo período do ano passado, com um total de 1,2 mil unidades. Todos os demais segmentos tiveram queda nos volumes de 2020: urbano (-40%), rodoviário (-36%), escolar (-34%) e micros (-38%). A Mercedes comemora a liderança no segmento, com 57% de participação das vendas dos fretados até outubro, com 688 unidades. Neste período, a montadora registrou aumento de 35% das vendas, 11 pontos porcentuais acima do crescimento do próprio mercado.

“Evidentemente que foi uma oportunidade, as empresas contrataram mais ônibus para manter o distanciamento: a maioria das frotas utiliza ônibus de 48 lugares para transportar 24 pessoas”, comenta Barbosa. “Em 2019, o segmento de fretamento representou 5,6% das vendas totais de ônibus e agora, em 2020, essa participação está em 10%. No entanto, acredito que quando tivermos uma situação de pandemia controlada, o segmento deve retomar aos patamares normais.” O executivo estima que as vendas para fretamento devam encerrar 2020 com um volume entre 13,5 mil e 13,7 mil unidades, considerando uma média de 1,2 mil unidades por mês. Com isso, a Mercedes projeta fechar o ano com 50% de participação neste mercado.

NOVO CHASSI DE ÔNIBUS REDUZ CUSTOS PARA O FRETAMENTO



Chassi OF 1621 é o primeiro do portfólio Mercedes com características exclusivas para atender o fretamento

O novo chassi OF 1621 traz melhorias com relação aos demais chassis urbanos, que passavam por alterações para serem utilizados com carrocerias de fretamento. O novo modelo do portfólio é equipado com o motor OM 924, que entrega 208 cv, o mesmo do chassi OF 1721. Possui PBT de 16,5 toneladas, podendo receber carrocerias de até 12,5 metros de comprimento, mantendo a montagem de até 48 assentos.

Entre as modificações que vêm de fábrica, o veículo traz balanços dianteiro e traseiros mais curtos, o que, de acordo com o engenheiro de produto, Orlando Zimbini, ajuda a melhorar o ângulo de entradas e saídas, além de melhorar a dirigibilidade. Com isso, foi possível acomodar equipamentos como o tanque de combustível de 300 litros, o tanque de Arla, baterias, sistema de pós-tratamento dos gases de escape e preparação para ar condicionado de tal forma que não há necessidade de retrabalhos de corte das longarinas e do cardan para alongamento do chassi.

As modificações também permitem a instalação de carroceria com porta para DPM (dispositivo de porta móvel) para acessibilidade de pessoas com mobilidade reduzida ou cadeirantes.

Na parte traseira, não há mais necessidade de corte da longarina e na parte central a montadora já realocou os cilindros de ar do sistema de freio, que em outros modelos ficam no balanço traseiro.

“O novo chassi foi pensado para que não se tenha gastos adicionais. Com essas modificações, o cliente ganha qualidade e redução do custo, porque essas alterações já foram feitas e não será mais necessário fazer o retrabalho no encarroçador com a vantagem de manter a mesma configuração de espaçamento do chassi de 15 toneladas para 48 assentos”, afirma Zimbini.

Walter Barbosa acrescenta que na aquisição, as novas configurações do chassi podem representar uma economia de 2,5% para o cliente. “Se houver negociação com o encarroçador, o que sempre acontece, o custo final pode ter uma redução de até 5%”, afirma.

Ele acrescenta que as primeiras unidades do novo chassi de ônibus OF 1621 já foram encomendadas pela Rimatur, empresa de fretamento com sede em Curitiba (PR). A companhia, que esteve presente no Dia D e ajudou com o desenvolvimento do novo chassi, é a primeira a adquirir o modelo.

“Nesta pandemia, há uma demanda 30% maior por ônibus de fretamento nas empresas, o que também é o nosso caso: com 100% dos nossos veículos operando atualmente [470 ônibus, vans e micros], os ônibus que eram utilizados em turismo, em torno de 30% da frota, migraram para o serviço de fretamento”, conta Emerson Imbronizio, diretor da Rimatur.



Tags: Mercedes-Benz, ônibus, chassi de ônibus, fretamento, vendas de ônibus, Walter Barbosa.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência