Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias
Ford confirma quatro lançamentos para América do Sul em 2021
Ford Ranger Black é o único lançamento previsto para a América do Sul em 2021 exclusivo para o Brasil

Lançamentos | 01/12/2020 | 19h36

Ford confirma quatro lançamentos para América do Sul em 2021

São eles o utilitário Transit, a versão Ranger Black, a edição limitada Mustang Mach 1 e o SUV Bronco

SUELI REIS, AB

A Ford confirmou o lançamento de quatro modelos para a América do Sul e que serão feitos ao longo de 2021. Durante coletiva virtual de imprensa realizada na terça-feira, 1º, o presidente da companhia para a região, Lyle Watters, adiantou quais produtos passarão a fazer parte do portfólio local no ano que vem: o utilitário Transit, a versão Ranger Black, a edição limitada Mustang Mach 1 e o novo SUV global Bronco.

Watters preferiu não dar detalhes sobre quais mercados receberão os modelos nem confirmou se todos eles serão vendidos no Brasil. O executivo também preferiu deixar para 2021 as informações sobre quais versões da família Bronco virão para a América do Sul.

A linha global de SUVs da marca, apresentada nos Estados Unidos em julho, possui três configurações disponíveis: duas portas, quatro portas e versão Sport (leia aqui).




“A nova família de SUVs oferece uma excepcional performance e capacidade off-road, além de recursos inteligentes de conveniência, tecnologias avançadas de assistência ao motorista, pacote superior de segurança e mais um avanço em conectividade”, disse o presidente da Ford se referindo ao Bronco.

Sobre a Ranger Black, Watters disse que o lançamento é exclusivo para o Brasil: se trata de uma versão adicional da picape dedicada a uso urbano e que denota “estilo robusto e sofisticado”. O modelo chega para preencher um espaço que ficará entre a versão atual da picape e a nova geração, que só será lançada em 2023: ela será produzida na Argentina, onde a Ford investirá US$ 580 milhões no novo projeto (leia aqui).




O executivo, que se declarou fã do Mustang, confirmou que a versão Mach 1, edição limitada de alto desempenho, virá com motor V8 5.0 de 460 cv e uma tunagem especial desenvolvida para as pistas, combinada com recursos de conectividade. Ele se referiu à edição como uma ponte entre o Mustang GT e as versões Shelby, com vários componentes do GT350 e do GT500. A versão foi lançada pela primeira vez na Europa em outubro deste ano.




Por sua vez, o utilitário Transit será produzido no Uruguai, onde a Ford investirá US$ 50 milhões conjuntamente com a Nordex para montar o modelo a partir de 2021 na mesma fábrica da parceira onde são feitos veículos de outras marcas, como o Citroën Jumpy e os Peugeot Expert e picape média Landtrek (leia aqui). A Transit foi vendida no Brasil entre 2008 e 2014, sempre importada da Turquia.

“Reconhecida por sua capacidade, tecnologias e baixo custo operacional, a Transit vai fortalecer a competitividade da Ford no segmento de vans comerciais”.




“São veículos que atendem diferentes clientes e segmentos, mas todos têm em comum a conectividade, que estará progressivamente disponível em diferentes países”, disse Watters. “Essa tecnologia traz grande funcionalidade e expande as possibilidades de oferecer uma ampla gama de serviços para atender as necessidades e os crescentes desejos e expectativas dos consumidores”, declarou o presidente da Ford.



Tags: Ford, lançamentos, Transit, Ranger Black, Ranger, Mustang, Mustang Mach 1, Bronco, SUV, Lyle Watters, América do Sul.

Comentários

  • Azevedo

    AFord tem possibilidades incríveis, só esquece de investir em suas fábricas no Brasil. Acredito que as montadoras que não investirem no país, terão um futuro difícil por aqui! Ford, não esqueça do BRASIL!

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência