Automotive Business
  
News Mobility Now

Notícias

Ver todas as notícias
Produção de caminhões cresce 33,9% no primeiro trimestre, apesar da pandemia
Setor de pesados se mantém como o mais representativo: quase metade da produção total de caminhões

Indústria | 07/04/2021 | 14h57

Produção de caminhões cresce 33,9% no primeiro trimestre, apesar da pandemia

Fabricantes instaladas no País montaram 33,1 mil unidades e setor foi o único com alta significativa no período

MÁRIO CURCIO, PARA AB

A produção de caminhões em março somou 12,5 mil unidades, anotando alta de 5,7% sobre fevereiro. No confronto com março do ano passado houve aumento de 48,4%. E em todo o primeiro trimestre foram produzidas 33,1 mil unidades, resultando em acréscimo de 33,9% sobre iguais meses do ano passado.

Os dados são da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) e foram divulgados na quarta-feira, 7. A alta nos caminhões foi a única significativa no trimestre. A produção foi puxada pelas vendas internas e cresceu em todos os segmentos, desde os semileves (com 3,5 a 6 toneladas de Peso Bruto Total, PBT) até os pesados (de 15 toneladas em diante).

Neste primeiro trimestre, a indústria montou 15,9 mil caminhões pesados, anotando alta de 22,8% sobre iguais meses do ano passado. Os semipesados foram 9,7 mil no período e cresceram 50,1%. Os leves somaram 5,5 mil unidades, aumento de 34,6%.

“Mais que o agronegócio, a construção civil, a mineração e o comércio eletrônico movimentaram o setor e quase metade da demanda é por caminhões pesados”, afirma o vice-presidente da Anfavea, Gustavo Bonini.



EXPORTAÇÃO CRESCE MAIS DE 90% NO TRIMESTRE



As fabricantes exportaram em março 1.948 caminhões, 10 unidades a menos que em fevereiro (-0,5%). Na comparação com março do ano passado a alta é de 101% porque naquele mês os embarques foram bastante afetados pela pandemia de Covid-19. No trimestre foram exportados 5,3 mil caminhões, 91,2% a mais que igual período do ano passado.

Bonini citou como destinos importantes neste começo de ano a Argentina, Chile, Peru, Uruguai e também a África do Sul. Vale mencionar aqui que as exportações totais de veículos (automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus) cresceram 7,6% neste primeiro trimestre, mas a análise em valores mostra alta de 23% nos embarques, puxada pelos caminhões.

MERCADO INTERNO ABSORVEU 26,1 MIL CAMINHÕES



Dados da Anfavea apontam que as vendas internas em março somaram 26,1 mil caminhões, volume 38,3% mais alto que o de fevereiro. Sobre março do ano passado esse crescimento foi de 67,1%. As vendas totais do trimestre somaram 26,1 mil caminhões, alta de 29,5% sobre iguais meses do ano passado.

Todos os segmentos anotaram alta no período. O menor volume negociado no trimestre foi o de semileves, 1,6 mil, ainda assim com crescimento de 51,1%. Os pesados somaram 13,2 mil licenciamentos no período, com alta de 29%. O segmento é tão representativo que suas vendas são quase um retrato do que ocorre no setor de caminhões.



- Faça aqui o download dos dados da Anfavea
- Veja outras estatísticas em AB Inteligência





Tags: Produção, caminhões, Anfavea, vendas internas, exportações, Gustavo Bonini, licenciamentos.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

Mobility Now