Automotive Business
  
News Mobility Now

Notícias

Ver todas as notícias

Tecnologia | 02/08/2013 | 11h05

Nova fase da LD Engineering foca processo

Empresa italiana quer crescer no Brasil com parcerias locais

PAULO RICARDO BRAGA, AB

Depois de completar cinco anos de atuação no Brasil, dedicados ao desenvolvimento de projetos na área de produto, a LD Engineering entra em nova fase, marcada pelo ingresso no campo dos serviços de engenharia de processo. “Além de atuar no conceito e design de produtos, passamos a oferecer também a inteligência das linhas de montagem, para acelerar a manufatura”, explica Luca Di Crescenzo, diretor de desenvolvimento de negócios.

O novo passo da empresa foi marcado pela contração de João Goy, atual diretor geral, e do próprio Di Crescenzo, ambos com uma ampla trajetória profissional centrada na Comau e na ThyssenKrupp. Os dois foram convidados recentemente pelo presidente da LD Engineering, Dante Vaghi, para comandar a implantação da infraestrutura de serviços voltada para engenharia avançada.

São poucas as empresas capacitadas no mercado para atender tanto ao desenvolvimento de componentes e sistemas quanto à criação simultânea das operações de manufatura, que compreendem layout, definição de tempos, relação de equipamentos e simulação de fluxo, entre outras atividades. “Os desafios principais nessa área representam negociar preços corretos e o timing das operações”, analisa Di Crescenzo, que tem como alvo principal clientes como montadoras e autopeças, especialmente quando se trata de desenvolver carrocerias e conceber a linha de manufatura.

O executivo já presta serviços para a Volkswagen e negocia com GM, Mercedes, Gestamp, Benteler e Tower. Já foram realizados negócios com Fiat, Iveco, CNH e Mitsubishi, Dafra (motos) e Sila (autopeças). Mas estão nos seus planos clientes dos setores de tratores, máquinas agrícolas e aerospace.

“Consolidamos uma estrutura eficiente de serviços, que reúne 70 profissionais contratados, dos quais 60% são engenheiros. Além disso, criamos diversas parcerias para oferecer pacotes de serviço completos”, observa. Ele acrescenta que a empresa caminha para reduzir a atuação na área de body rental (terceirização de mão de obra), que representa mais algumas dezenas de profissionais na empresa, dedicando-se mais a projetos em turn key para ficar no campo dos trabalhos conceituais e engenharia de processo. A LD Engineering destaca-se em engenharia metalmecânica e packaging e tem como uma das especialidades a criação do ferramental necessário para a produção de componentes.

Também conhecida como Line Design no mercado, a LD tem sede em Curitiba (PR) e filiais em São Paulo e Belo Horizonte. A empresa possui matriz na Itália e escritórios na Romênia, Alemanha e Ucrânia. O próximo passo, segundo Vaghi, é se estabelecer nos Estados Unidos. Ele explica que o crescimento dos negócios da companhia no Brasil é uma consequência do Inovar-Auto, que atrai cerca de R$ 60 bilhões em investimentos de montadoras e autopeças até 2017. “Queremos ajudar as empresas a localizar o desenvolvimento de produtos e processos, como requer o Inovar-Auto para que as empresas tenham redução do IPI”, explica Di Crescenzo.

CONSÓRCIO

No caso de projetos turn key de maior envergadura, a LD Engineering pretende estabelecer consórcios temporários de pequenas empresas de design e projeto. Hoje a empresa mantém um acordo operacional com a Center Line, empresa internacional especializada em projeto de engenharia. “O objetivo é reduzir o tempo de implantação de empreendimentos, atuando firme na fase de soluções conceituais e definição da manufatura”, afirma Di Crescenzo.

Vaghi, que se dedica no momento a consolidar o escritório em Munique, tem planos de estruturar um centro de estilo, viabilizar a construção de um túnel de vento e implantar um sistema de escritórios satélites para atender isoladamente os clientes nas instalações da própria LD – uma forma de garantir confidencialidade nos trabalhos à medida que cresce o número de parceiros de negócios.



Tags: LD Engineering, Comau, ThyssenKrupp, projeto de engenharia, processos industriais.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

Mobility Now