Automotive Business
  
News Mobility Now

Notícias

Ver todas as notícias
Salão de Xangai mostra como será o futuro elétrico
Evos é grande atração da Ford no evento chinês

Eventos | 19/04/2021 | 17h50

Salão de Xangai mostra como será o futuro elétrico

Evento que teve até protesto contra a Tesla revela os eletrificados que um dia vão invadir Europa e EUA, como VW ID.6, Ford Evos, Audi A6 e-tron e Toyota bZ4X

REDAÇÃO AB, PARCERIA COM PRIMEIRA MARCHA

Depois que os salões de automóvel deram uma pausa no mundo todo por causa da pandemia de Covid-19, o Salão de Xangai abriu as portas nesta segunda-feira, 19, para mostrar que o vírus parece estar sob controle na China e para revelar como será a próxima geração de veículos elétricos.

De olho naquele que é o maior mercado do mundo para modelos movidos a eletricidade, nada mais natural que a maioria dos lançamentos seja desse segmento. Mas é claro que várias das novidades também vão invadir as lojas da Europa e Estados Unidos nos próximos anos.

Com público esperado de 1 milhão de pessoas, não podia ter melhor palco para protestar contra os elétricos, como ocorreu com uma consumidora chinesa que foi ao estande da Tesla para reclamar que seu Model 3 havia sofrido uma falha nos freios, o que quase teria matado sua família. De pé sobre um Tesla, ela segurava um cartaz que dizia: “Freios perderam o controle”.

Confira a seguir os principais lançamentos do dia, com um conteúdo oferecido pelo nosso parceiro Primeira Marcha.

VOLKSWAGEN ID.6




O VW ID.6 nasceu para o mercado chinês

Grande atração da Volkswagen no Salão de Xangai 2021, o SUV de sete lugares foi feito para o mercado asiático. Disponível em duas versões (chamadas de “X” e “CROZZ”), o modelo é 30 centímetros mais longo do que o ID.4. Pode levar até sete passageiros, distribuídos em três fileiras de bancos.

A plataforma é a mesma modular MEB de ID.3 e ID.4. O ID.6 tem dois motores elétricos (um em cada eixo), resultando em uma potência combinada de 225 kW, ou aproximadamente 306 cv.

A aceleração de 0 a 100 km/h é realizada em 6,6 segundos e a velocidade máxima é de 160 km/h. A autonomia declarada varia de 436 km a 588 km, de acordo com o ciclo chinês NEDC.

FORD EVOS




Evos terá tecnologia de condução semiautônoma

Um SUV cupê com ares de perua deve inspirar o sucessor do sedã Fusion. Este é o Evos, que repete o nome de um carro-conceito revelado pela Ford no Salão de Frankfurt de 2011. Embora a marca diga que o carro foi desenvolvido apenas para o mercado chinês, rumores apontam que o projeto dará origem ao modelo que tomará o lugar do Fusion/Mondeo na Europa.

Com espaço para sete pessoas, o Evos tem porte imponente. Por dentro, há espaço para sete pessoas e uma gigantesca tela horizontal de 43 polegadas, que tem 1,1 metro de ponta a ponta. Além do painel digital de 12,3 polegadas, o sistema de entretenimento ostenta uma tela de 27 polegadas com resolução em 4K. Existe até suporte à tecnologia de inteligência artificial da chinesa Baidu. O Evos será vendido com tecnologia de condução semiautônoma de nível 2. Ou seja, o carro poderá rodar sem intervenção do motorista em estradas selecionadas.

AUDI A6 E-TRON




O cupê de quatro portas ainda é um conceito

A Audi trouxe o A6 e-tron Concept no Salão de Xangai 2021. O sedã com ar futurista antecipa a próxima geração do A6, com o qual tem dimensões semelhantes. São 4,96 metros de comprimento, 1,96 metro de largura e 1,44 metro de altura.

O sedã será o primeiro Audi feito sobre a plataforma PPE – ou “Premium Platform Electric” -, desenvolvida em conjunto com a Porsche. Essa base será aproveitada em outros modelos da marca, como os futuros Q5 e-tron e Q6 e-tron.

Apesar de não trazer o sobrenome Sportback, o A6 e-tron tem perfil de cupê de quatro portas. Isso causa uma bela confusão, já que esta versão do A6 é o atual A7. Seja como for, o A6 e-tron antecipa elementos visuais dos próximos carros da Audi. A marca afirma que o sedã tem um motor elétrico de 476 cv e 81,6 kgfm. A autonomia máxima é estimada em 700 quilômetros.

TOYOTA BZ4X




O Toyota bZ4X antecipa SUV elétrico que chega em 2022

Defensora ferrenha dos carros híbridos, a Toyota não esquece dos veículos elétricos. Prova disso é o bZ4X, um conceito que antecipa um SUV elétrico que estreia em 2022. O design lembra um pouco o do RAV4, mas com vários toques futuristas. Por dentro, a cabine é mais tradicional. Mesmo assim, ainda há espaço para algumas ousadias. O painel de instrumentos fica em posição mais elevada e afastada do motorista.

Feito sobre a plataforma e-TNGA, o futuro SUV será feito na China e Japão em meados de 2022. A Toyota pretende lançar 15 modelos 100% elétricos, sendo que sete deles usarão a nomenclatura bZ (de “Beyond Zero”, ou “Além de Zero”).

MASERATI LEVANTE HYBRID




Levante é o primeiro híbrido da história da Maserati

A Maserati é mais uma marca esportiva a se render aos híbridos. O Levante Hybrid combina um 2.0 de quatro cilindros movido a gasolina com um sistema híbrido-leve de 48 volts.

A potência declarada é de 330 cv, com torque máximo de 45,9 kgfm. A transmissão é automática de oito velocidades e o carro está disponível exclusivamente com tração integral.

Por fora, o Levante híbrido possui alguns detalhes em azul que identificam a versão. Segundo a Maserati, o SUV vai de 0 a 100 km/h em 6 segundos e atinge a velocidade máxima de 240 km/h.

Comentários

  • Leomar

    Porquenao falam dos contras desses cartos elétricos???

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

Mobility Now

ABTV

Mobility Now