Automotive Business
  
News Mobility Now

Notícias

Ver todas as notícias

Carreira | 01/07/2021 | 18h32

FGV, Poli, Mauá e FEI oferecem educação continuada

Conheça os melhores cursos na área de mobilidade em quatro das mais renomadas instituições de ensino do Brasil

REDAÇÃO AB


Com o fim do primeiro semestre ocorrendo, é hora de definir os planos para quem pretende frequentar cursos de educação continuada na área de mobilidade. Automotive Business consultou quatro instituições renomadas nesse campo sobre os programas oferecidos. Analise as informações que recebemos da FGV, Escola Politécnica-USP, Mauá e FEI.

FGV LANÇA CURSOS DE CURTA E MÉDIA DURAÇÃO


De uma forma geral, os cursos e treinamentos da FGV se voltam para gestão, podendo contemplar as diversas áreas empresariais que devem ser objeto de melhorias na administração do negócio.

“Com a disruptura em andamento no setor automotivo, com a tecnologia cada dia mais embarcada em seus produtos, vem se tornando comum a necessidade de cursos de pequena e média duração de tal forma a se adequarem à evolução sempre presente nas estratégias e nos processos de gestão”, afirma Antônio Jorge Martins, coordenador acadêmico do curso da FGV no formato live, na área de formação executiva em criação de valor na mobilidade veicular.

Ele explica que a conectividade vem evoluindo de forma crescente em todos os produtos da cadeia, de modo a se ter o carro autônomo no menor espaço de tempo possível, gerando a criação de inúmeros serviços digitais que tendem a tornar o veículo um celular sobre rodas. Assim sendo, a FGV busca fortalecer esse segmento de mercado com o lançamento do curso “Criação de Valor na Mobilidade Veicular”, visando fazer frente ao aumento de competitividade indispensável ao setor, com a formação de profissionais e executivos aptos a enfrentar os desafios na formação de uma nova cultura digital em detrimento do mundo analógico que prevaleceu no setor automotivo nos últimos 100 anos.

O programa consiste de 64 horas de duração, com quatro módulos de 16 horas cada um, que podem ser cursados separadamente ou de forma conjunta. O grande diferencial do curso é a etapa de “Momento Empresarial”, com a participação de diretores de montadoras e autopeças, apresentando os desafios do setor ou de suas empresas dentro de cada módulo.

O 1° módulo trata da Transformação Digital, avaliando o possível impacto de melhoria de desempenho em todas as áreas das empresas; o 2° foca na Liderança e seu papel fundamental no trabalho remoto ou presencial das equipes; o 3° aborda a Gestão da Competitividade, no que diz respeito a inovação de produtos, serviços e modelos de negócio; o 4° contempla a Gestão do Negócio e suas projeções de lucro e de caixa para fazer frente aos investimentos crescentes do setor.

“O curso da FGV é realizado ao vivo com aulas síncronas mediadas pela tecnologia, permitindo que o aluno, no conforto de sua casa, conviva online com os professores e colegas de todo o Brasil, significando ampla troca de experiências e aumento do seu networking”, explica Martins.

Ele esclarece que além do certificado digital de uma instituição renomada no Brasil e exterior como a FGV, o aluno receberá um badge, que é uma medalha digital que reconhece a conquista da competência de criação de valor na mobilidade veicular no respectivo currículo e redes sociais.

INFORMAÇÕES: Antônio Jorge Martins, campajm@gmail.com, (11) 99181-3522

POLI USP: LATO SENSU EM MOBILIDADE


“Com relação aos cursos stricto sensu (mestrados e doutorados) a Poli (Escola Politécnica da USP) não tem hoje um programa específico para a engenharia automotiva. O motivo é a multidisciplinaridade inerente ao setor automotivo envolvendo as mais diversas áreas da engenharia”, explica Marcelo Massarani, professor doutor do CEA - Centro de Engenharia Automotiva, ligado à Poli.

Assim, os mestrados e doutorados relacionados ao setor automotivo, devido ao grau de profundidade necessário, são realizados nos programas de pós-graduação específicos. Por exemplo, um doutorado que envolva um desenvolvimento de um novo tipo de aço para aplicação em veículos é abrigado no programa de pós-graduação em engenharia metalúrgica; um mestrado relacionado à manufatura avançada num fabricante de autopeças é realizado no programa de pós-graduação em engenharia de produção; e um doutorado sobre controle de efluentes em linhas de pintura fica a cargo do programa de pós-graduação em engenharia química. Atualmente a Poli conta com 11 programas de pós-graduação. Para saber mais, acesse este link.

Nos cursos lato sensu a Poli optou por encerrar o curso de especialização em engenharia automotiva e iniciar o curso de especialização em engenharia da mobilidade, o que pareceu fazer mais sentido num momento que presenciamos a evolução do conceito de engenharia automotiva para a engenharia da mobilidade.

Os conceitos da mobilidade estão ainda sendo desenvolvidos e compreendidos e a engenharia da mobilidade trata do desenvolvimento e aplicação dos elementos necessários à mobilidade. O objetivo do curso é aprofundar o conhecimento do profissional no estado da arte de veículos que farão parte dos sistemas de mobilidade de pessoas e bens, incluindo o setor agrícola, de grande importância para o País, e também prepará-lo para participar do desenvolvimento de novos produtos necessários à mobilidade, especialmente aqueles relacionados a soluções regionais.

O curso de Especialização em Engenharia da Mobilidade é oferecido no formato EAD síncrono através do PECE - Programa de Educação Continuada em Engenharia da Poli-USP.

INFORMAÇÕES E INSCRIÇÕES: pecepoli.com.br/PT/CEA; inscrições até 9/07/2021; início das aulas a partir de 27/07. Valor do curso: total de R$ 30.720 ou 24 parcelas de R$ 1.280.

PROGRAMAS DA ESCOLA DE ENGENHARIA MAUÁ


As questões da mobilidade, principalmente nos grandes centros urbanos, estão provocando profundas mudanças na forma como os profissionais encaram a engenharia automotiva. Vários desses profissionais já sentem a necessidade de dominar as novas tecnologias e os novos modelos de negócio, que conduzem a carros eletrificados e energeticamente eficientes e adequados a um mundo sustentáveis. “A Escola de Engenharia Mauá, do Instituto Mauá de Tecnologia, um dos principais formadores de mão de obra qualificada na área, tem um portfólio de cursos na área bastante abrangente e focado em tudo que está acontecendo e no que está por acontecer com as tecnologias e com o mercado automotivo”, afirma Júlio Cesar Lucchi, coordenador dos cursos.

A atualização profissional em cursos curtos, levando ao aperfeiçoamento e posterior especialização, não abre mão da formação técnica necessária, conhecimento de dinâmica veicular, estrutura e segurança e os sistemas de propulsão. “Em 2018 iniciamos a formação na área de veículos híbridos e elétricos com um curso inovador que vem se consolidando e formando a cada semestre uma nova turma. Dois novos cursos, um voltado à mobilidade autônoma e conectividade e outro focado na gestão da nova mobilidade urbana e sustentável, completam as possibilidades de especialização em todas as vertentes e ênfases da área automotiva”, esclarece Lucchi.

Ele explica que “a Mauá é ainda um dos mais importantes centros de pesquisa na área de biocombustíveis e o curso de sistemas de propulsão de veículos, tratando dos sistemas de transmissão e dos motores de combustão, traz essa bagagem de sólida experiência numa tecnologia que vai sustentar a base da mobilidade em nosso território ainda por muito tempo”.

Os módulos das linhas de especialização são de 120 horas e duram um semestre. O investimento do aluno por módulo é de R$ 9.480 (matrícula mais cinco parcelas de R$ 1.580). São necessários três desses módulos, chamados de atualização profissional, para a formação do especialista. Várias empresas são conveniadas, garantindo descontos especiais, e os alunos que se rematriculam, dando sequência à especialização, também recebem descontos.

Os módulos de atualização na área de engenharia automotiva que serão ofertados no próximo semestre são:

Estrutura e Segurança Veicular: visa desenvolver os conceitos sobre estruturas, design de carrocerias e segurança veicular, capacitando o aluno para atuar no segmento automotivo tanto na área técnica como gerencial.

Sistemas de Propulsão de Veículos: o curso aborda o conhecimento das áreas de motores de combustão interna e sistemas de transmissão, incluindo conceitos básicos sobre a propulsão de veículos híbridos e elétricos, capacitando o aluno para atuar no segmento automotivo, tanto na área técnica como gerencial.

Veículos Híbridos e Elétricos: o curso apresenta as arquiteturas de propulsão híbrida e elétrica, bem como os requisitos de energia do veículo. Questões-chave do projeto e definição dos componentes de powertrain são analisadas com ênfase nas considerações de controle e integração necessárias para a ampla gama de arquiteturas associadas a esses veículos, o que leva o participante a compreender em pormenor a motivação, legislação, roteiros e requisitos do cliente para a hibridação e eletrificação de veículos.

Mobilidade Autônoma e Conectividade: partindo de fundamentos de dinâmica veicular para os vários modais, o curso aborda a robótica, delivery robôs, AGVs. São estudados desde os princípios dos propulsores e modelos mecânicos à inteligência artificial, com fundamentos de machine learning, deep learning, visão computacional e sensor fusion, integrando modelamento, hardware e software para a mobilidade autônoma.

Gestão da Nova Mobilidade Urbana e Sustentável: consiste em conduzir o profissional graduado pelo mundo dos negócios da nova mobilidade. São utilizados os conceitos da administração de empresas em uma releitura através dos pilares da nova mobilidade. Os conceitos das OEM, fornecedores e distribuidores e revendedores serão transformados por um mundo dinâmico de serviços e compartilhamento. Segundo Lucchi, ao final do curso o estudante estará preparado para este novo universo.

A Mauá também oferece cursos in company, elaborados em conjunto com o contratante.

INFORMAÇÕES: Júlio Cesar Lucchi, jclucchi@maua.br, (11) 4239-2022.

FEI: EXTENSÃO E LATO SENSU EM MOBILIDADE


A FEI informa que os cursos oferecidos são desenhados com base em competências a serem desenvolvidas e estruturados com metodologias ativas de ensino-aprendizagem com foco no aluno. Esta formatação se concretiza em plataformas EAD (Ensino à Distância), Ambiente Virtual ou Presencial. A forte aderência com o mercado se dá por meio de temas de alta relevância e alto impacto nas áreas de tecnologia e de negócios para cursos de extensão ou lato sensu.

O alcance da educação continuada da FEI objetiva desde estudantes de graduação com interesse na complementação de sua formação, profissionais da área que buscam atualização em novas tendências tecnológicas e de gestão para o mercado, graduados ou pós-graduados com interesse no reposicionamento da profissão ou busca por promoção e novos cargos, até gerentes e executivos que necessitam atualização e aplicação de novas tendências em suas empresas.

No segundo semestre de 2021 são previstos cursos de extensão EAD síncronos voltados para temas da mobilidade nos meses de setembro e novembro. Será oferecido o curso de extensão "Sistema de propulsão de célula (pilha) a combustível e tecnologias do hidrogênio" em parceria com a Fundep, no âmbito do Programa Rota 2030 – Linha V.

A FEI amplia também o conceito de parcerias estratégicas e trabalhos de colaboração com universidades, como é o caso da parceria com a Católica Business School, duas Instituições Jesuítas de Ensino Superior do Brasil que oferecem no segundo semestre de 2021 o MBA Gestão Estratégica da Indústria Automobilística, com vistas à formação de profissionais capacitados para assumir cargos de gestão na indústria automotiva com DNA inovador, capazes de se adaptar às novas tecnologias e desafios da mobilidade, que desenvolvam visão holística e estratégica das principais áreas e processos do setor automobilístico e competência de gestão para esses negócios.

INFORMAÇÕES: iecat@fei.edu.br ou portal.fei.edu.br/especializacao-fei-2021



Tags: FGV, USP, Escola Politécnica, Mauá, FEI, cursos, ensino, mobilidade.

Comentários

  • FláviaConsoni

    Olá!Gostaria de informar que na Unicamp também estamos com curso de Extensão 40 horas com foco em mobilidade. Especificamente: MOBILIDADE ELÉTRICA: POLÍTICAS, PLANEJAMENTO E OPORTUNIDADES DE NEGÓCIO. As inscrições para a segunda turma (que terá início em setembro) serão abertas agora em julho pelo site da Extecamp/ Unicamp https://www.extecamp.unicamp.br/ O curso está organizado em três blocos que visam instrumentalizar o aluno nas várias perspectivas que devem ser contempladas em negócios, empreendimentos e tomadas de decisão relacionados à mobilidade elétrica, considerando: a interação com o mercado e as tecnologias relacionadas (abrangendo todos os modais elétricos nas categorias veículos leves, levíssimos e pesados, e a interação com a infraestrutura de recarga); a interface com a governança, regulação e com os instrumentos de políticas públicas que têm se mostrado efetivos na promoção da mobilidade elétrica; e os novos modelos de negócios e seus condicionantes considerando as ferramentas estratégicas para tomada de decisão.

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

Mobility Now