Automotive Business
  
News Mobility Now

Notícias

Ver todas as notícias
Venda de caminhões tem leve queda em junho, mas acumula alta de 54% no ano

Mercado | 02/07/2021 | 15h05

Venda de caminhões tem leve queda em junho, mas acumula alta de 54% no ano

Fenabrave revê previsões e projeta avanço de 30,5% para o segmento este ano, com mais de 116 mil unidades emplacadas

WILSON TOUME, PARA AB

A Fenabrave – entidade que reúne as concessionárias de veículos do País – divulgou seu balanço mensal de vendas na sexta-feira, 2, e anunciou também sua nova projeção de vendas para o setor até o fim deste ano. Em junho foram licenciados 11.102 novos caminhões, o que representa um pequeno retrocesso de 2,25% ante 11.358 unidades emplacadas em maio.

Apesar do resultado negativo em junho, o presidente da Fenabrave, Alarico Assumpção Jr., preferiu destacar a evolução de quase 27% nas vendas em relação ao mesmo mês do ano passado, assim como a alta superior a 54% no acumulado do primeiro semestre, com 58 mil caminhões novos emplacados no período, comparado ao total de 37,6 mil dos seis primeiros meses de 2020. “Como a economia já começa a dar sinais de recuperação e o PIB do primeiro trimestre surpreendeu positivamente, os emplacamentos de caminhões devem continuar aquecidos no restante de todo o ano, já temos encomendas de alguns modelos para o início do ano que vem”, afirmou o dirigente.

Publicidade



O presidente da entidade afirmou ainda que a falta de insumos e de componentes segue afetando a indústria – e consequentemente as vendas. Segundo Assumpção Jr., os caminhões com capacidade de carga superior a 30 toneladas são os que estão sendo mais afetados, já que são os mais procurados no mercado para as operações no agronegócio e na mineração – dois setores que estão com os negócios bastante aquecidos. “No primeiro semestre, 11.610 unidades deixaram de ser vendidas por falta de produtos para entregar”, calcula o dirigente.

NOVA PROJEÇÃO INDICA ALTA AINDA MAIOR NAS VENDAS



Apesar das dificuldades com a falta de componentes, o presidente da Fenabrave se mostra otimista, tanto que a entidade refez as projeções de vendas até o fim do ano, com crescimento maior que o anunciado na primeira previsão do ano, divulgada em janeiro.

"Com o crescimento surpreendente do PIB no começo de 2021, acreditamos que o segmento de caminhões deve continuar a crescer com a mesma força no segundo semestre, praticamente repetindo o volume do primeiro", declarou Assumpção Jr. Ou seja, a previsão agora é que o segmento comercialize mais 58 mil unidades até dezembro, o que vai permitir fechar o ano com 116 mil veículos emplacados – crescimento de 30,6% sobre o total de 2020. Em janeiro, a estimativa era de vender 108,5 mil veículos, o que significaria avanço de 21,7% na comparação com o ano passado. Essa nova previsão de crescimento coloca o mercado nacional de caminhões em seu melhor ano desde 2014, observou o presidente da Fenabrave.



- Faça aqui o download do relatório da Fenabrave com os emplacamentos de veículos no primeiro semestre de 2021
- Faça aqui o download da revisão das projeções de vendas em 2021 elaborado pela Fenabrave
- Veja outras estatísticas em AB Inteligência





Tags: Mercado, Fenabrave, caminhões, balanço, vendas, licenciamentos, emplacamentos, projeção, previsão, Alarico Assumpção Jr..

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

Mobility Now