Automotive Business
  
News Mobility Now

Notícias

Ver todas as notícias
Venda de carros  cresce mais de 18% na Europa

Balanço | 16/07/2021 | 16h13

Venda de carros cresce mais de 18% na Europa

Números de junho mostram que a crise dos semicondutores parece ainda não ter afetado o setor; no semestre, avanço foi ainda maior, de quase 25%

REDAÇÃO AB

De acordo com o balanço mensal divulgado pela Acea – associação das montadoras europeias, o setor por lá não tem muito do que reclamar em termos de vendas, já que as fabricantes da região (União Europeia, Reino Unido e Efta – Islândia, Liechtenstein, Noruega e Suécia) contabilizaram crescimento de 18,3% no número de veículos de passeio comercializados em junho, com 1,282 milhão de unidades, contra 1,084 milhão que foram vendidos em maio.

O total de automóveis licenciados no mercado europeu no primeiro semestre apresentou números ainda melhores, com alta de quase 25% na comparação com o mesmo período do ano passado – que, vale lembrar, foi bastante impactado pela pandemia. Ainda assim, os números chamam a atenção, com 6,486 milhões de exemplares emplacados de janeiro a junho deste ano, frente aos 5,204 milhões registrados nos seis primeiros meses de 2020.

Publicidade



Em relação às montadoras, o grupo Volkswagen continua no topo do ranking, com 26,9% de participação nas vendas no Velho Continente, mantendo boa vantagem sobre a Stellantis, segunda colocada com 20,2%. Renault (9,9%), Hyundai (8,2%) e BMW (6,9%) completam a relação dos cinco maiores grupos de montadoras em vendas no mercado europeu em junho.



Tags: Balanço, Acea, mercado europeu, vendas, emplacamentos, licenciamentos, montadoras, grupo VW, Stellantis, Renault, Hyundai, BMW.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

Mobility Now