Automotive Business
  
News Mobility Now

Notícias

Ver todas as notícias
 Grupo Renault registra alta de 18,7% em vendas globais
Kiger, o SUV compacto lançado na Índia que ajudou a alavancar as vendas da Renault por lá

Balanço | 16/07/2021 | 18h52

Grupo Renault registra alta de 18,7% em vendas globais

As marcas Renault, Dacia e Lada também tiveram desempenho positivo individualmente no primeiro semestre

REDAÇÃO AB

Embora ainda tenha de lidar com as consequências da pandemia de Covid-19, o grupo Renault contabilizou a venda de 1,42 milhão de veículos nos seis primeiros meses deste ano, o que corresponde ao crescimento de 18,7% na comparação com o resultado do mesmo período de 2020. Já em relação aos números de 2019, houve recuo de 24,2%. Segundo o comunicado oficial, divulgado na sexta-feira, 16, o grupo seguiu com sua estratégia comercial seletiva no semestre, o que favoreceu o crescimento com volumes rentáveis nos mercados em que atua.

A marca Renault, por exemplo, comercializou 901.500 veículos em todo o mundo, com avanço de 18,5% frente ao resultado do ano passado. Nos principais mercados do continente para o grupo (França, Alemanha, Espanha, Itália e Reino Unido), a participação da Renault nas vendas do grupo foi de 40%, o que significa crescimento de dois pontos percentuais na comparação com 2019 – antes da pandemia.

Publicidade



Já na Europa, a Renault somou 532.161 unidades vendidas, com alta de 13,2%. O desempenho, segundo a empresa, foi influenciado pelo crescimento de vendas dos modelos eletrificados da gama E-Tech, que somaram 91.869 unidades comercializadas, com alta superior a 149%. A Renault também registrou crescimento de participação no mercado de comerciais leves, atingindo 14,4%. Nos países-chave fora da Europa, a marca Renault mostrou recuperação, graças aos lançamentos bem-sucedidos do Kiger na Índia (com alta de 86,6%) e do Duster na Rússia (avanço de 36%), bem como na América Latina, incluindo o Brasil, onde obteve crescimento de 15,9%.

A Dacia, por sua vez, contabilizou 262.814 veículos vendidos nos seis primeiros meses do ano, com evolução de 24,5%, impulsionada pelo sucesso do Novo Sandero, o veículo mais vendido no varejo na Europa. Outro modelo bem sucedido é o Dacia Spring, elétrico acessível, que possui mais de 15 mil pedidos com entregas previstas no terceiro trimestre deste ano.

Por fim, na Rússia, a Lada vendeu 200.219 veículos (alta de 51%), fortalecendo sua liderança no mercado com 23% de participação, o melhor resultado dos últimos dez anos. Quatro modelos da marca estão entre os dez mais vendidos naquele país: o Granta ocupa o primeiro lugar, com 72.287 veículos, o Vesta está em segundo, com 57.031 unidades. Niva – incluindo a nova versão Travel – e o novo Largus, lançado em março, completam a relação.



Tags: Balanço, grupo Renault, Dacia, Lada, vendas, globais, Europa, América Latina, Duster, Sandero, Spring, Kiger, Granta, Niva.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

Mobility Now